sábado, 3 de maio de 2008

Grateful Dead - Live/Dead (1969)

O Grateful Dead foi uma banda de rock americana da cidade de São Francisco, de onde saíram a maior parte das grandes bandas do país na época. O grupo é marcado por fases bem distintas. No começo a banda fazia um som bem psicodélico, amado por muitos, criticado por outros tantos, e se tornou uma das bandas mais marcantes do gênero. Ficou famosa por performances fantásticas ao vivo, longas e cheias de improvisos, que nunca conseguiam reproduzir no estúdio. O grande encerramento dessa fase, se deu com este incrível LP ao vivo Live/Dead.
A partir de Workingman's Dead a banda buscou uma sonoridade bem diferente e mais simples, fazendo um som mais country rock misturado com folk e bluegrass. O ponto alto da segunda fase é o clássico American Beauty.
Se tratam praticamente de duas bandas diferentes.
As críticas a fase psicodélica do Dead são totalmente compreensíveis. Havia um certo exagero nas performances, solos intermináveis e um excesso de experimentalismos. Mas é inegável que a capacidade de improviso e o talento do grupo dava direito a banda de exagerar. E nunca esse talento do grupo foi tão bem registrado como em Live/Dead.
A faixa de abertura é incrível, a melhor versão já registrada de "Dark Star" o grande clássico da banda. 23 minutos de pura inspiração e virtuosismo. As duas outras faixas do primeiro disco "St. Stephen", "The Eleven" também são excelentes, e a tranzição de uma pra outra é sensacional.
No disco 2 o destaque maior fica para a empolgante "Turn On Your Love Light". "Death Don't Have No Mercy" é uma espécie de blues psicodélico, enquanto "Feedback" não podia ser mais experimental.
Exagerado ou não, uma coisa é certa, ouvir o Live/Dead é um sensação única.
"escrito por Wilsão Campos 03/05/08"

VINIL - Nunca vi pra vender, então não sei ao certo quanto vale. Acredito que fique na faixa de 80 reais.

DISCO 1

Lado A

  1. "Dark Star" (Grateful Dead, Hunter) – 23:18

Lado B

  1. "St. Stephen" (Hunter, Garcia, Lesh) – 6:31
  2. "The Eleven" (Hunter, Lesh) – 9:18

DISCO 2

Lado A

  1. "Turn On Your Love Light" (Scott, Malone) – 15:05

Lado B

  1. "Death Don't Have No Mercy" (Davis) – 10:28
  2. "Feedback" (McGannahan Skjellyfetti) – 7:49
  3. "And We Bid You Goodnight" (traditional arrangement) – 0:37




3 comentários:

Igor Pera disse...

Excelente resenha. Parabéns!

Cacá disse...

Atualmente o seu é um dos blogs que eu mais vejo... muito boa resenha... eu ví esse album uma vez pra vender, mas não lembro o preço... =)

Wilsão Campos disse...

Valeu Cacá! Poxa eu nunca vi esse álbum pra vender. As vezes não dei sorte mesmo, porquê não acho que seja tão raro. Falo! Abraço