sábado, 12 de abril de 2008

George Harrison - All Things Must Pass (1970)

George Harrison sempre teve pouco espaço para suas canções em álbuns dos Beatles. Mas com certeza não eram por serem inferiores. Tudo bem que concorrer com a dupla Lennon e McCartney não é nada fácil, mas as canções de Harrison sempre estiveram no mesmo nível das composições da dupla. Ele contribuiu com algumas das melhores músicas do grupo, maravilhas como "Something", "While My Guitar Gently Weeps" e "Here Comes The Sun" entre outras.
E a maior prova da genialidade de Harrison está em All Things Must Pass, seu terceiro álbum solo, e primeiro após a separação da banda. E de cara um álbum triplo, com um total de 23 faixas.
Grande parte das músicas deste álbum foram escritas ainda na época que Harrison fazia parte dos Beatles, e que não foram aproveitadas. Para a gravação do álbum Harrison convidou alguns de seus amigos, todos nomes de peso como Eric Clapton, Ringo Starr, Billy Preston, Peter Frampton e o jovem Phil Collins, na época com apenas 19 anos de idade.
O primeiro LP é o melhor deles, contendo as melhores canções do álbum. Entre elas o grande sucesso da carreira solo de Harrison, a belíssima "My Sweet Lord" e a sonzeira de "Wah-Wah". Outros destaques ficam para "I'd Have You Anytime" composta com Bob Dylan, "Isn't It a Pity (version 1)" e "What is Life".
No disco 2 os destaques ficam para a bela faixa de abertura "Beware of Darkness", para a faixa que da nome ao álbum e para "Isn't It a Pity (Version 2)".
O disco 3 é uma grande jam session instrumental, que no LP vem com o nome de Apple Jam, e que conta com a presença de seus convidados especiais.
Se alguém ainda era capaz de duvidar da genialidade de George Harrison, All Things Must Pass tirou qualquer dúvida.
"escrito por Wilsão Campos 12/04/08

VINIL - Disco um pouco difícil de encontrar. Vem em uma caixa contendo os 3 LPs, que é encontrada por cerca de 70 reais.

Todas as canções escritas por George Harrison menos onde existe referência.

DISCO 1

Lado A



  1. "I'd Have You Anytime" (George Harrison/Bob Dylan) – 2:56
  2. "My Sweet Lord" – 4:38
  3. "Wah-Wah" – 5:35
  4. "Isn't It a Pity (Version 1)" – 7:08

Lado B

  1. "What Is Life" – 4:22
  2. "If Not for You" (Bob Dylan) – 3:29
  3. "Behind That Locked Door" – 3:05
  4. "Let It Down" – 4:57
  5. "Run of the Mill" – 2:49

DISCO 2

Lado A


  1. "Beware of Darkness" – 3:48
  2. "Apple Scruffs" – 3:04
  3. "Ballad of Sir Frankie Crisp (Let It Roll)" – 3:46
  4. "Awaiting on You All" – 2:45
  5. "All Things Must Pass" – 3:44

Lado B

  1. "I Dig Love" – 4:55
  2. "Art of Dying" – 3:37
  3. "Isn't It a Pity (Version 2)" – 4:45
  4. "Hear Me Lord" – 5:46

DISCO 3

Lado A

  1. "Out of the Blue" (Jim Gordon/Carl Radle/Bobby Whitlock/Eric Clapton/Gary Wright/George Harrison/Jim Price/Bobby Keys/Al Aronowitz) – 11:14
  2. "It's Johnny's Birthday" (Bill Martin/Phil Coulter) – 0:49
  3. "Plug Me In" (Jim Gordon/Carl Radle/Bobby Whitlock/Eric Clapton/Dave Mason/GeorgeHarrison) – 3:18

Lado B

  1. "I Remember Jeep" (Ginger Baker/Klaus Voormann/Billy Preston/Eric Clapton/GeorgeHarrison) – 8:07
  2. "Thanks for the Pepperoni" (Jim Gordon/Carl Radle/Bobby Whitlock/Eric Clapton/Dave Mason/George Harrison) – 5:31

Parte1:







Parte 2:

2 comentários:

João Gabriel disse...

Esse é excelente mesmo. Acho que George Harrison foi o Beatle que teve a carreira solo melhor aproveitada...

O John Lennon também tem o seu Plastic Ono Band, mas os outros albuns que ele lançou com a Yoko e aquelas musicas experimentais dementes dela, só servem pra fazer você rir.

Wilsão Campos disse...

Concordo.
Eu considero esse o melhor trabalho de um ex-beatle.
Do Lennon além do Plastic Ono Band, eu gosto muito do Imagine também. E com certeza não é pela faixa título já que ela acabou infelizmente se tornando muito batida. Já ouvi gente dizer que a Yoko é uma artista incompreendida, que o trabalho dela com o Lennon é ótimo. Pra mim é tosco mesmo. Hehehe.
Valeu!