sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Os Mutantes - Os Mutantes (1968)


Uma das bandas mais criativas da história do rock mundial. Rock? É, fica até difícil definir qual o tipo de som que eles faziam, ou melhor, qual o tipo de som que eles não faziam. Os Mutantes, formado pelo trio Arnaldo e Sérgio Baptista e Rita Lee, misturavam tudo e faziam um som totalmente original. "Os Mutantes" é o disco de estréia da banda, e é um álbum totalmente inovador, fazendo um rock com influências principalmente do psicodelismo que estava em alta no mundo, e do movimento tropicalista do qual faziam parte.
Os destaques do disco ficam por conta da ótima "Panis et Circenses" de Caetano e Gil que conta entre outras coisas com os sons da banda fazendo uma refeição, de "Minha Menina" de Jorge Ben, a bela "Baby" de Caetano e a maluca e divertida "Bat Macumba".
Mas o disco todo é fabuloso. O trio além de criativo era extremamente talentoso, e mostra todo seu potencial neste seu álbum de estréia. É difícil apontar um disco dos Mutantes como sendo o melhor, porquê são todos ótimos trabalhos, cada um bem diferente do outro, mas este sem dúvida é o mais significativo da carreira desta banda, que é sem dúvida a melhor do rock brasileiro.


VINIL - Qualquer disco original dos Mutantes pode ser considerado uma raridade, principalmente os dois primeiros. Sendo assim, não sai nem um pouco barato. Difícil achar por menos de 100 reais. Caro? Não. Alguém que adquira um exemplar deste álbum fantástico, dificilmente irá se arrepender.

Lado A

  1. "Panis et Circenses" (Gilberto Gil/Caetano Veloso)
  2. "A Minha Menina" (Jorge Ben)
  3. "O Relógio" (Os Mutantes)
  4. "Adeus Maria Fulô" (Humberto Teixeira/Sivuca)
  5. "Baby" (Caetano Veloso)
  6. "Senhor F" (Os Mutantes)

Lado B

  1. "Bat Macumba" (Gilberto Gil/Caetano Veloso)
  2. "Le Premier Bonheur du Jour" (Jean Renard/Frank Gerald)
  3. "Trem Fantasma" (Caetano Veloso/Os Mutantes)
  4. "Tempo no Tempo" (John Philips)
  5. "Ave Gengis Khan" (Os Mutantes)




2 comentários:

Pablito Barros disse...

Disco e banda superestimado, na minha opinião.
Inté!

cesar disse...

ta bom superestimado é meu pau, volte no tempo e faça um disco melhor